O poder da ação: Autorresponsabilize-se

“Autorresponsabilidade é a crença de que você é o único responsável pela vida que tem levado; sendo assim, é o único que pode mudá-la. (Paulo Vieira),

Quantas vezes nos deparamos com pessoas que buscam explicações externas, como as formas de desculpa para seus azares. Essas pessoas não percebem que seus pensamentos e comportamentos estão criando a vida delas. É muito importante nos responsabilizarmos pelas nossas escolhas, pois elas determinarão os nossos caminhos, e nossos sentimentos e pensamentos estruturam nossas realizações e crenças.

Segundo o autor Paulo Vieira a atitude de autorresponsabilidade nos empodera e capacita a mudar o que deve ser mudado para continuarmos avançando na direção de nossos objetivos conscientes. Ele ressalta: “É importante você saber que todas as nossas mudanças intencionais e as conquistas planejadas se iniciam após assimilar e passar a viver de acordo com o conceito da autorresponsabilidade.”

respon4

Fonte: Internet

 

E você? Tem se comportado como autora de sua história? O que está te impedindo?

Para ajudá-las nessa jornada deixo um exercício do livro super importante para essa etapa:

Escreva uma visão extraordinária da sua vida. Escreva sobre a vida que você sempre sonhou. Sem limites para sonhar. Defina o que você gostaria de ser, fazer e ter. Descreva seus sonhos mais fantásticos, sem críticas ou julgamentos do que é possível ou impossível. Apenas relate a sua visão de sua vida extraordinária.

 

Este é o momento de buscar a conquista de seus sonhos.” Que tal você trazer para a sua vida esse poderoso conceito presente na vida das pessoas de grandes realizações?”

Orçamento

Essa é uma das etapas mais importantes para quem deseja organizar-se financeiramente. É praticamente impossível ter controle financeiro sem estabelecer um orçamento, por isso tenha claro que você terá que adotar esse hábito no seu dia a dia.

O orçamento será um grande aliado, ele serve como um quadro da sua atual situação financeira e irá facilitar a tomada de decisões, lhe permitindo ter uma visão panorâmica, só dessa forma você irá enxergar como está gastando seu dinheiro, e o que pode ser evitado, excluído, diminuído, ou adiado para uma outra data, além de ajudar na criação do seu projeto.

Você já tem sua lista de metas, certo? ( Veja: Estabeleça metas) Agora você precisa do orçamento, ao confrontar sua lista de metas com o orçamento você irá analisar o que é prioridade, e fazer as escolhas certas, por isso ele precisa ser simples, funcional e prático. Se você tem papel e caneta não precisa de mais nada para montar sua planilha.

finanças-pessoais-site

Fonte: Internet

Para montar sua planilha é importante seguir quatro etapas bem práticas:

1º Calcule sua renda: Se você não tem uma renda fixa procure levantar a média de entrada que teve nos últimos seis meses, e considere também o que está previsto para este mês e nós próximos, assim encontrará o valor aproximado da sua renda. Se você recebe salário fixo pegue seus contracheques e anote o salário líquido.

2º Anote suas despesas na planilha: Anote as despesas separadas entre gastos fixos e gastos variáveis.

3ºColoque tudo na planilha, ela pode ser no caderno, computador, smarthphone ou tablet, o importante é que ela seja prática e esteja de acordo com sua realidade.

planilha-de-financas-pessoais-1

Fonte: Internet

Há alguns gastos que são vilões do orçamento, pois eles costumam levar boa parte da nossa renda sem que a gente perceba, portanto analise item por item, para detectar por onde sua renda está escapando, então passe a anotar todos os tipos de gastos, principalmente os menores para fazer uma análise bem precisa.

finanlas-pessoais

Fonte: Internet

Vamos começar? Quais são os maiores vilões do seu orçamento?

Estabeleça metas

 

É preciso entender que a economia começa nas pequenas coisas, e que após estudar o próprio comportamento (veja Finanças Pessoais: Hábitos de consumo) como consumidora é que você vai começar a conhecer suas prioridades, fazer escolhas melhores, saber priorizar o que é mais importante, e começar a equilibrar suas contas.

O conceito de equilibrar suas contas significa que, se você se deu a algum luxo sem ter tido aumento na sua renda, o ideal é sacrificar outros para que sua conta não entre no vermelho, o que você não deve fazer é querer tudo de uma vez. Anote se o que entra de dinheiro é o suficiente para cobrir os gastos, se você perceber que a receita não é suficiente, já veja o que pode ser cortado dos seus gastos antes que a situação piore.

Com as contas equilibradas você agora precisa pensar em como irá gastar e investir aquele dinheirinho que passou a ficar no seu bolso no final do mês, já presenciei muitas amigas gastando seu suado dinheiro à toa, simplesmente porque não tinham metas bem definidas do que fazer com ele, para tudo em nossa vida ser bem sucedido é necessário definir metas, depois é necessário definir os prazos da conquista de cada etapa, e traçar uma estratégia para alcançá-las.

 

O estabelecimento das metas deve ser muito bem definido, pois todo o seu planejamento será baseado nisso. Portanto é muito importante ter claro em sua mente o que você quer para si própria, independente do seu caso esteja focada em você mesma.

2014.07.02_Defina-Metas_3

Fonte: Internet

Para fazer suas metas é necessário ter uma lista realista, minha dica é: pegue lápis e papel e pense em tudo que lhe vier à cabeça, não tenha medo de sonhar, o objetivo é anotar tudo o que lhe venha a cabeça, e depois faça uma pente fino e veja o que será aproveitado, mas antes de tudo sua lista deve ser realista.

 

Após definida sua lista considere suas necessidades e priorize o que será conquistado em curto, médio e longo prazo, trace um plano, para que o plano seja mais eficaz é melhor traça-lo com as datas de cada etapa, tenha o foco e priorize seus gastos para essas metas. Você sentirá muito orgulho de si mesma quando perceber os resultados chegando.

metas1

Fonte: Internet

E vocês ? Tem traçado metas e objetivos? Como estão investindo nos seus sonhos?